Quinta-feira, 27 de Maio de 2010

Aos dois anos fuma 40 cigarros por dia

Na Indonésia, uma criança de dois anos é viciada em tabaco e fuma em média 40 cigarros por dia. Veja o vídeo.
Ardi Rizal começou a fumar pela mão do pai, Mohammed, que aos 18 meses lhe deu um cigarro. A criança pesa 25 quilos e desloca-se num camião de brincar, porque não é capaz de correr normalmente como as outras crianças.
Diana, a mãe, de 26 anos, chora ao reconhecer a dependência do filho. “Ele é totalmente viciado. Se não consegue cigarros, fica zangado, grita e bate com a própria cabeça contra as paredes. Diz-me que se não fumar se sente tonto e enjoado”, contou a mãe da criança.
O pai, Mohammed, de 30 anos, não vê mal no hábito do filho. "Pareece-me bastante saudável. Não vejo qual é o problema", disse, em declarações citadas no tablóide britânico "The Sun".
Ardi fuma exclusivamente uma única marca sendo que os seus  pais gastam por dia a volta de 4,50 euros em tabaco.




publicado por... liliana_12 às 09:15
link do post... | comentar... | adicionar aos favoritos...
Terça-feira, 25 de Maio de 2010

O meu bebé às 12 semanas...


publicado por... liliana_12 às 19:04
link do post... | comentar... | adicionar aos favoritos...
Sexta-feira, 20 de Novembro de 2009

Óleo de Onagra 1000… uma pequena maravilha… em ervanárias…

Ouvi falar neste produto e achei interessante… e queria partilhar convosco… muitas vezes poderá resolver alguma coisa… quem sabe… só experimentando… 


 

Apresentação: Frasco de 90 cápsulas.
Ingredientes: Óleo de Onagra 1000 mg; Vitamina E 10 mg.
Indicações: Suplemento alimentar indicado para:
  - Menopausa;
  - Síndrome pré-menstrual (irritabilidade, tensão mamária, retenção de líquido, dores);
  - Amenorreia;
  - Secura cutânea.
Características do produto: O óleo extraído das sementes por pressão a frio, deve as suas propriedades ao conteúdo em GLA (ácido gammalinoleico), bem como o conteúdo em fitoestrogéneo. O GLA é um ácido gordo essencial e indispensável para o organismo e que não conseguimos sintetizar.
Existem três tipos de ácidos gordos essenciais: O ácido gammalinoleico; o gamma linolénico e o ácido araquidónico. A carência GLA desencadeia uma série de problemas, nomeadamente secura e irritações cutâneas, deficiências no fígado, alterações ao nível da produção de prostaglandinas (Ácidos gordos complexos presentes no organismo que actuam como mensageiros celulares. Os seus efeitos incluem a estimulação da contracção do músculo liso (por exemplo, a contracção do útero durante o parto), a regulação da produção de ácido gástrico e a alteração da actividade hormonal) e ainda problemas de crescimento em crianças. Para além disso o onagra tem efeitos reguladores ao nível dos estrogénios, progesterona, prolactina e prostaglandinas, o que faz do óleo de Onagra um potente aliado no combate dos sintomas pré-menstruais (retenção de líquidos, irritabilidade, dores abdominais).
O GLA encontra-se de forma natural nos triglicéridos que formam os óleos vegetais, em verduras e em alguns frutos. Na sociedade actual, em que cada vez se consome menos verduras, hortaliças e óleos insaturados, torna-se cada vez mais necessário recorrer a suplementos alimentares que compense essa carência.
Por último, a incorporação de vitamina E (d-alfa-tocoferol) na formulação, deve-se à sua propriedade de anti-oxidante prevenindo que o produto rance, assegurado-se desta forma o bom estado do óleo.
Conselhos de utilização: Tomar 1 cápsulas 3 vezes ao dia antes das refeições.
tags:

Óleo de Onagra 1000… uma pequena maravilha… em ervanárias…

Ouvi falar neste produto e achei interessante… e queria partilhar convosco… muitas vezes poderá resolver alguma coisa… quem sabe… só experimentando… 


 

Apresentação: Frasco de 90 cápsulas.
Ingredientes: Óleo de Onagra 1000 mg; Vitamina E 10 mg.
Indicações: Suplemento alimentar indicado para:
  - Menopausa;
  - Síndrome pré-menstrual (irritabilidade, tensão mamária, retenção de líquido, dores);
  - Amenorreia;
  - Secura cutânea.
Características do produto: O óleo extraído das sementes por pressão a frio, deve as suas propriedades ao conteúdo em GLA (ácido gammalinoleico), bem como o conteúdo em fitoestrogéneo. O GLA é um ácido gordo essencial e indispensável para o organismo e que não conseguimos sintetizar.
Existem três tipos de ácidos gordos essenciais: O ácido gammalinoleico; o gamma linolénico e o ácido araquidónico. A carência GLA desencadeia uma série de problemas, nomeadamente secura e irritações cutâneas, deficiências no fígado, alterações ao nível da produção de prostaglandinas (Ácidos gordos complexos presentes no organismo que actuam como mensageiros celulares. Os seus efeitos incluem a estimulação da contracção do músculo liso (por exemplo, a contracção do útero durante o parto), a regulação da produção de ácido gástrico e a alteração da actividade hormonal) e ainda problemas de crescimento em crianças. Para além disso o onagra tem efeitos reguladores ao nível dos estrogénios, progesterona, prolactina e prostaglandinas, o que faz do óleo de Onagra um potente aliado no combate dos sintomas pré-menstruais (retenção de líquidos, irritabilidade, dores abdominais).
O GLA encontra-se de forma natural nos triglicéridos que formam os óleos vegetais, em verduras e em alguns frutos. Na sociedade actual, em que cada vez se consome menos verduras, hortaliças e óleos insaturados, torna-se cada vez mais necessário recorrer a suplementos alimentares que compense essa carência.
Por último, a incorporação de vitamina E (d-alfa-tocoferol) na formulação, deve-se à sua propriedade de anti-oxidante prevenindo que o produto rance, assegurado-se desta forma o bom estado do óleo.
Conselhos de utilização: Tomar 1 cápsulas 3 vezes ao dia antes das refeições.
tags:

Quarta-feira, 18 de Novembro de 2009

Portuguesa eleita Mulher do Ano no Dubai…

 

Ainda existe gente séria neste mundo…

in  JN.sapo.pt

A história de... Mª do Céu Conceição, assistente de bordo

00h30m

FÁTIMA MARIANO

Na primeira visita a Dhaka, capital do Bangladesh, ficou de tal forma impressionada com a pobreza em que as crianças viviam que decidiu fundar uma ONG. Ontem, terça-feira, foi eleita Mulher do Ano, no Dubai.

Foi como que um valente murro no estômago aquilo que Maria do Céu da Conceição, 32 anos, sentiu quando, em Abril de 2003, visitou pela primeira vez Dhaka, capital do Bangladesh. Na companhia de algumas religiosas, conheceu um orfanato e um hospital onde as condições de higiene e salubridade estavam muito aquém dos mínimos a que estamos habituados no Ocidente.

"Senti que aquelas pessoas viviam no inferno. Aquilo que vi e que senti fez-me agradecer tudo o que eu tinha e repensar os meus valores", contou, ontem, ao JN. Reflexão essa que a levou a querer fazer algo para melhorar a vida das crianças dos bairros de lata.

Com a energia que lhe é por todos reconhecida e após o contacto com alguns voluntários locais, em Julho desse mesmo ano fundou o Dhaka Project, uma organização não governamental (ONG) que actualmente apoia 600 crianças e graças à qual, ontem, foi eleita Mulher do Ano 2009 na categoria de Acção Humanitária, pela "Emirates Women Magazine", dos Emirados Árabes Unidos.

Com a voz ainda embargada pela emoção, Maria do Céu sublinhou que valeu a pena tudo aquilo por que passou desde que aceitou o cargo de assistente de bordo na Emirates Airlines, em 2003.

"Nessa altura, eu vivia em Londres e era funcionária administrativa num hospital. O meu namorado de então não gostava que eu não tivesse um horário normal, das 9 às 5, e, por isso, fui ao centro de emprego. Surgiu a vaga e eu agarrei logo esta oportunidade única", recorda, dizendo que, desde então, vive no Dubai e que o namorado, seis meses depois, "se cansou" da sua nova vida.

A primeira viagem em serviço que fez a Dhaka acabou por transformar por completo a sua vida. "Começámos por ajudar 39 crianças, agora já apoiamos 600", disse, orgulhosa, explicando que todas serão acompanhadas pela ONG até completarem os 18 anos. "Só me sentirei completamente realizada quando elas acabarem a universidade", acrescentou.

O Dhaka Project oferece educação, alimentação e cuidados de saúde gratuitos a todas estas crianças. Desde 2007 que é gerido pelo Rural Services Foundation, uma organização local.

Esta não foi a primeira vez que Maria do Céu foi distinguida. Em 2007, venceu a categoria de "Mulheres Excepcionalmente Inovadoras e Criativas" da Rede de Mulheres Inovadoras e Inventoras da União Europeia.


publicado por... liliana_12 às 11:48
link do post... | comentar... | adicionar aos favoritos...

Portuguesa eleita Mulher do Ano no Dubai…

 

Ainda existe gente séria neste mundo…

in  JN.sapo.pt

A história de... Mª do Céu Conceição, assistente de bordo

00h30m

FÁTIMA MARIANO

Na primeira visita a Dhaka, capital do Bangladesh, ficou de tal forma impressionada com a pobreza em que as crianças viviam que decidiu fundar uma ONG. Ontem, terça-feira, foi eleita Mulher do Ano, no Dubai.

Foi como que um valente murro no estômago aquilo que Maria do Céu da Conceição, 32 anos, sentiu quando, em Abril de 2003, visitou pela primeira vez Dhaka, capital do Bangladesh. Na companhia de algumas religiosas, conheceu um orfanato e um hospital onde as condições de higiene e salubridade estavam muito aquém dos mínimos a que estamos habituados no Ocidente.

"Senti que aquelas pessoas viviam no inferno. Aquilo que vi e que senti fez-me agradecer tudo o que eu tinha e repensar os meus valores", contou, ontem, ao JN. Reflexão essa que a levou a querer fazer algo para melhorar a vida das crianças dos bairros de lata.

Com a energia que lhe é por todos reconhecida e após o contacto com alguns voluntários locais, em Julho desse mesmo ano fundou o Dhaka Project, uma organização não governamental (ONG) que actualmente apoia 600 crianças e graças à qual, ontem, foi eleita Mulher do Ano 2009 na categoria de Acção Humanitária, pela "Emirates Women Magazine", dos Emirados Árabes Unidos.

Com a voz ainda embargada pela emoção, Maria do Céu sublinhou que valeu a pena tudo aquilo por que passou desde que aceitou o cargo de assistente de bordo na Emirates Airlines, em 2003.

"Nessa altura, eu vivia em Londres e era funcionária administrativa num hospital. O meu namorado de então não gostava que eu não tivesse um horário normal, das 9 às 5, e, por isso, fui ao centro de emprego. Surgiu a vaga e eu agarrei logo esta oportunidade única", recorda, dizendo que, desde então, vive no Dubai e que o namorado, seis meses depois, "se cansou" da sua nova vida.

A primeira viagem em serviço que fez a Dhaka acabou por transformar por completo a sua vida. "Começámos por ajudar 39 crianças, agora já apoiamos 600", disse, orgulhosa, explicando que todas serão acompanhadas pela ONG até completarem os 18 anos. "Só me sentirei completamente realizada quando elas acabarem a universidade", acrescentou.

O Dhaka Project oferece educação, alimentação e cuidados de saúde gratuitos a todas estas crianças. Desde 2007 que é gerido pelo Rural Services Foundation, uma organização local.

Esta não foi a primeira vez que Maria do Céu foi distinguida. Em 2007, venceu a categoria de "Mulheres Excepcionalmente Inovadoras e Criativas" da Rede de Mulheres Inovadoras e Inventoras da União Europeia.


publicado por... liliana_12 às 11:48
link do post... | comentar... | adicionar aos favoritos...
Segunda-feira, 9 de Novembro de 2009

Nova esperança na luta contra a SIDA…

 

Uma nova empresa especializada na área do VIH, dedicada ao tratamento e assistência das pessoas que vivem com o vírus
O CEO promete uma ‘procura incansável’ de novos tratamentos
Foi oficialmente lançada a ViiV Healthcare, uma nova empresa especializada na área do VIH, criada pela GlaxoSmithKline (GSK) e pela Pfizer. O Dr. Dominique Limet, Chief Executive Officer da ViiV Healthcare, salientou as prioridades da empresa para satisfazer as necessidades, cada vez mais diversificadas e complexas, das pessoas que vivem com VIH/SIDA em todo o mundo.
Reflectindo sobre os desafios actuais na área do VIH e sobre a oportunidade para a ViiV Healthcare, o Dr. Limet referiu que “as taxas crescentes de infecção por VIH e a complexidade associada ao tratamento estão na base deste desafio, que é o tratamento da infecção por VIH, com a necessidade de investigação inovadora e a possibilidade de vir a oferecer melhores recursos aos doentes.”
Segundo o Dr. Limet a descoberta de medicamentos anti-retrovirais para a infecção por VIH foi ‘um sucesso tremendo’, tornando uma doença potencialmente fatal numa doença crónica. Salientou ainda que actualmente mesmo aqueles que têm acesso a cuidados e tratamentos adequados vivem em média menos dez anos que as pessoas não infectadas pelo vírus. “Isto é inaceitável, pelo que devemos ser incansáveis na procura de novos medicamentos”, referiu o Dr. Limet.
Admitimos que a investigação e o desenvolvimento na área do VIH se tornou mais difícil e é necessária uma abordagem inovadora para desenvolver medicamentos eficazes. “Na verdade, temos de nos aproximar mais das pessoas que vivem com o vírus,” referiu o Dr. Limet. “Muito do nosso esforço histórico foi comandado pelo vírus – uma perseguição da ciência. Esta luta deve continuar, mas devemos também ouvir e compreender melhor as necessidades das pessoas que vivem com o VIH. Se verdadeiramente conseguirmos este equilíbrio, penso que a ViiV Healthcare pode realmente fazer a diferença.”

tags:

publicado por... liliana_12 às 11:34
link do post... | comentar... | adicionar aos favoritos...

Nova esperança na luta contra a SIDA…

 

Uma nova empresa especializada na área do VIH, dedicada ao tratamento e assistência das pessoas que vivem com o vírus
O CEO promete uma ‘procura incansável’ de novos tratamentos
Foi oficialmente lançada a ViiV Healthcare, uma nova empresa especializada na área do VIH, criada pela GlaxoSmithKline (GSK) e pela Pfizer. O Dr. Dominique Limet, Chief Executive Officer da ViiV Healthcare, salientou as prioridades da empresa para satisfazer as necessidades, cada vez mais diversificadas e complexas, das pessoas que vivem com VIH/SIDA em todo o mundo.
Reflectindo sobre os desafios actuais na área do VIH e sobre a oportunidade para a ViiV Healthcare, o Dr. Limet referiu que “as taxas crescentes de infecção por VIH e a complexidade associada ao tratamento estão na base deste desafio, que é o tratamento da infecção por VIH, com a necessidade de investigação inovadora e a possibilidade de vir a oferecer melhores recursos aos doentes.”
Segundo o Dr. Limet a descoberta de medicamentos anti-retrovirais para a infecção por VIH foi ‘um sucesso tremendo’, tornando uma doença potencialmente fatal numa doença crónica. Salientou ainda que actualmente mesmo aqueles que têm acesso a cuidados e tratamentos adequados vivem em média menos dez anos que as pessoas não infectadas pelo vírus. “Isto é inaceitável, pelo que devemos ser incansáveis na procura de novos medicamentos”, referiu o Dr. Limet.
Admitimos que a investigação e o desenvolvimento na área do VIH se tornou mais difícil e é necessária uma abordagem inovadora para desenvolver medicamentos eficazes. “Na verdade, temos de nos aproximar mais das pessoas que vivem com o vírus,” referiu o Dr. Limet. “Muito do nosso esforço histórico foi comandado pelo vírus – uma perseguição da ciência. Esta luta deve continuar, mas devemos também ouvir e compreender melhor as necessidades das pessoas que vivem com o VIH. Se verdadeiramente conseguirmos este equilíbrio, penso que a ViiV Healthcare pode realmente fazer a diferença.”

tags:

publicado por... liliana_12 às 11:34
link do post... | comentar... | adicionar aos favoritos...

Comer devagar pode ajudar a controlar o peso…

 

Colocar porções mais pequenas de comida na boca e mastigar durante mais tempo pode ajudar a controlar o peso, afirmou a revista especializada Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism. De acordo com os investigadores, comer mais rapidamente pode atrapalhar a libertação de hormonas responsáveis pela sensação de satisfação, fazendo com que as pessoas comam em excesso.
O estudo avaliou 17 homens saudáveis que tiveram que, em duas ocasiões diferentes, consumir 300 ml de um gelado em cinco ou e trinta minutos. Analisando amostras de sangue, os investigadores notaram que ao comer mais devagar, os participantes apresentavam uma maior resposta do peptídeo anorexigênico, levando a uma redução do apetite.
Segundo os especialistas, este estudo apresenta evidências importantes que levam a entender melhor certos aspectos da actual epidemia da obesidade.
"Muitas pessoas, pressionadas por trabalhos e condições de vida exigentes, comem mais rapidamente e em maiores quantidades do que no passado", afirmou o pesquisador grego Alexander Kokkinos. "O nosso estudo oferece uma possível explicação para a relação entre a velocidade em comer e a alimentação em excesso, mostrando que a taxa na qual alguém come pode afectar a libertação de hormonas gastrointestinais que sinalizam para cérebro parar de comer", concluiu.

Fonte: Boa Saúde

tags:

publicado por... liliana_12 às 11:31
link do post... | comentar... | adicionar aos favoritos...

Comer devagar pode ajudar a controlar o peso…

 

Colocar porções mais pequenas de comida na boca e mastigar durante mais tempo pode ajudar a controlar o peso, afirmou a revista especializada Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism. De acordo com os investigadores, comer mais rapidamente pode atrapalhar a libertação de hormonas responsáveis pela sensação de satisfação, fazendo com que as pessoas comam em excesso.
O estudo avaliou 17 homens saudáveis que tiveram que, em duas ocasiões diferentes, consumir 300 ml de um gelado em cinco ou e trinta minutos. Analisando amostras de sangue, os investigadores notaram que ao comer mais devagar, os participantes apresentavam uma maior resposta do peptídeo anorexigênico, levando a uma redução do apetite.
Segundo os especialistas, este estudo apresenta evidências importantes que levam a entender melhor certos aspectos da actual epidemia da obesidade.
"Muitas pessoas, pressionadas por trabalhos e condições de vida exigentes, comem mais rapidamente e em maiores quantidades do que no passado", afirmou o pesquisador grego Alexander Kokkinos. "O nosso estudo oferece uma possível explicação para a relação entre a velocidade em comer e a alimentação em excesso, mostrando que a taxa na qual alguém come pode afectar a libertação de hormonas gastrointestinais que sinalizam para cérebro parar de comer", concluiu.

Fonte: Boa Saúde

tags:

publicado por... liliana_12 às 11:31
link do post... | comentar... | adicionar aos favoritos...

mais sobre mim...

pesquisar neste blog...

 

Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

comentários recentes...

Cara Liliana,Nós realizamos um motor de pesquisa e...
Caro candidato empréstimo, Estamos registrados, e...
voce joga muitokauã
giro que bonito
Gosto de muitas dessas cores. As mulheres cada vez...
Nunca percebi muito bem porque é que o Brandão Cos...
Esses vernizes têm umas cores muitos giras.Gostei ...
A entrada em vigor desta lei foi muito boa para au...
Força e Coragem nesta hora dura e triste!JocasLena
O primeiro q saír é meu, mas gostaria de saber qua...

arquivos...

Junho 2010

Maio 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Julho 2007

Abril 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

tags

todas as tags

links...

subscrever feeds

SAPO Blogs